Nova Coleção Outono Inverno C&A

Para nós, cada pessoa é uma marca. Queremos aproximá-las da C&A para que possamos caminhar lado a lado. Acreditamos nas diferenças, na verdade e na identidade de cada um. Por isso, a nossa coleção de outono-inverno estimula, de maneira divertida, o auto-conhecimento por meio da moda e do vestir.

confira a coleção completa

C&AFátima

Com 75 anos, ela sempre gostou de ser diferente e por isso adora garimpar peças de estilos variados para criar seu próprio modo de se vestir. Ela brinca que quando o bolso fica apertado, fica mais criativa. Ama fazer sobreposições e usar muitos acessórios. Ela gosta de inventar sua própria moda e quando faz isso, sente que está expressando quem ela é. Assim como a Fátima, cada pessoa tem seu jeito de pensar, vestir e se expressar. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Fátima
confira a coleção completa

C&ATatiane

Foi criada no interior de Alagoas e mesmo tendo crescido em um meio simples e passado dificuldades, ela sonhava em ser mais: queria brilhar. Atualmente, ela faz parte do grupo de teatro Nós do Morro. Falante e exuberante, ela é bem segura de si. Ama o cabelo black que assumiu e hoje é marca registrada do seu estilo e motivo de seu orgulho. Assim como a Tatiane, cada pessoa tem seu jeito de falar, rir e vestir. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Tatiane
confira a coleção completa

C&AJulia

É consumista e muito ligada às tendências de moda. Conta o quanto é difícil achar roupas legais e que acompanhem a moda em tamanhos grandes. Abandonou as dietas malucas e deseja poder usar roupas bacanas, como todas as amigas magras têm. E também porque tem 20 anos: precisa de roupas descoladas para ir à balada, paquerar. Assim como a Julia, cada pessoa tem seu jeito de falar, dançar e se expressar. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Julia
confira a coleção completa

C&AFernanda

Há seis anos transicionou e, desde então, está se descobrindo. Antes, se forçava para entrar no padrão, e logo que transicionou, pensava que para ser legitimada como mulher precisava ser sexy, desejava pelos homens. Agora, em sua versão atual, veste qualquer peça que goste. Então, segue sua essência: peças confortáveis e mais básicas. E não usa nada que não seja a sua cara. Assim como a Fernanda, cada pessoa tem seu jeito de pensar, falar e viver. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
confira a coleção completa

C&APaulo

Mudou-se para Recife garoto para trabalhar. Tornou-se office-boy, lutou e se formou em psicologia, foi executivo de banco, mas se encontrou mesmo na boemia. Depois dos 50 anos, passou a cuidar da alimentação e fazer academia e passou a curtir se vestir bem. De espírito jovem e moderno, garante estar na segunda juventude e confessa que usaria saia se outros homens usassem. Assim como o Paulo, cada pessoa tem seu jeito de se expressar, rir e pensar. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Paulo
confira a coleção completa

C&AGabriela

Tem um guarda-roupa básico, com algumas peças especiais para dar toque criativo ao modo como veste. Ela diz que o fato de estar dentro do padrão de beleza ditado, também pode ser negativo porque quer ser levada em conta pelo que pensa e não pela aparência. Introvertida, ela encontra na arte e na moda forma de se expressar. Gosta da liberdade de, por meio da roupa, ser uma pessoa diferente a cada dia. Assim como a Gabriela, cada pessoa tem seu jeito de se rir, falar e pensar. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um.

confira a coleção completa
C&A e Gabriela
confira a coleção completa

C&AAmanda

É apresentadora de um programa cultural na TV Pará e tem um blog de moda. Estudou e viu que a moda trata sobre identidades e cada um pode usar roupas para traduzi-las. Declara que o modo de se vestir é um ato político. Tem um armário que possui 47 peças. Toda peça nova pega o lugar da velha que é doada. Defende que toda mulher deve usar o que quiser e ser respeitada, é uma forma de luta diante do machismo. Assim como a Amanda, cada pessoa tem seu jeito de pensar, rir e se vestir. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um.

confira a coleção completa
C&A e Amanda
confira a coleção completa

C&ALetícia

Ela não tenta se encaixar em padrões de beleza e encontrou seu jeito próprio de ser quando raspou todo o cabelo. Ama misturar estampas, fazer sobreposições de roupas e montar looks com peças caras e baratas. Acredita que o estilo é uma linguagem e que, por meio dela a pessoa passa o seu jeito de ser para o mundo. Para ela a roupa não deveria ter gênero. Assim como a Letícia, cada pessoa tem seu jeito de vestir, falar e viver. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Letícia
confira a coleção completa

C&AAlexandre

Não faz compras e não é ligado a moda, mas jura que percebe quando uma pessoa está bem vestida. Louco por esportes de aventura, ele teve que adotar roupa social em função do seu trabalho. Mas no dia a dia, curte mesmo é o estilo básico confortável: bermuda, camiseta e tênis. Acredita que a pessoa tem que se sentir bem com a roupa que usa. Assim como o Alexandre, cada pessoa tem seu jeito de pensar, falar e se vestir. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Alexandre
confira a coleção completa

C&ALais

Estudante, começou a construir seu estilo pessoal logo que decidiu fazer dança. Por meio dos movimentos, descobriu seu corpo e aumentou sua autoconfiança. Assumiu o cabelo crespo, usa menos make e segue um estilo mais despojado. Busca na moda uma forma de expressar sua identidade. Costuma misturar peças de roupas antigas da mãe com outras atuais. Assim como a Lais, cada pessoa tem seu jeito de se expressar, dançar e viver. Quem decide o certo ou errado? Ora, isso é por conta de cada um. Conheça a nova coleção & seja você mesmo.

confira a coleção completa
C&A e Lais
confira a coleção completa

Vídeo